Home > Notícias > Melhorias > “Aliança pela Vida” apresenta plano de medidas para o Anel Rodoviário de Belo Horizonte

“Aliança pela Vida” apresenta plano de medidas para o Anel Rodoviário de Belo Horizonte

Quarta-Feira, 7 de Março de 2018

A Via 040, empresa integrante do projeto “Aliança pela Vida” e responsável pela gestão do trecho de 10 km do Anel Rodoviário, entre o bairro Califórnia e o Olhos D´Água, elaborou uma série de medidas que têm como objetivo principal melhorar a fluidez em pontos críticos da via. Ações operacionais, que já estão em andamento, vão contribuir também para o aumento da segurança dos usuários. A previsão é de que todas as ações estejam concluídas até o final de março.

Operações de fluidez em pontos de estreitamento

As operações de tráfego elaboradas vão contribuir para aumentar a fluidez da pista principal do Anel e, com issoreduzir o risco de acidentes em consequência de retenções de tráfego, especialmente em três pontos da via: no entroncamento da BR-040 com o Anel Rodoviário, altura do Bairro Califórnia e da Avenida Delta; no cruzamento com a Avenida Amazonas; e na região do pontilhão da linha férrea, no Bairro Betânia. Além da priorização do tráfego para quem segue nas pistas principais da via, estão sendo implantadas adequações de acessos, canalização do tráfego para facilitar a melhor aceleração e a desaceleração.

Operação Fluidez A – Cruzamento do Anel com a Avenida Amazonas

Neste ponto serão realizadas manobras operacionais em três alças do trevo, por meio da canalização do tráfego e utilização de balizadores, além de nova sinalização horizontal (pintura de faixas). Essas medidas irão disciplinar o tráfego no local, melhorando o controle de acesso e dando ganhos de velocidade para quem utiliza as pistas expressas do Anel Rodoviário.

“Ao aumentar a fluidez na pista principal do Anel, no entroncamento da Av. Amazonas, vamos minimizar os congestionamentos nesse trecho. A expectativa é, assim, diminuir a probabilidade de acidentes com maior potencial de gravidade”, informa o Fabiano Xavier, gerente de operações da Via 040. A nova sinalização e a instalação de balizadores de tráfego permitirão uma área maior para aceleração e desaceleração dos veículos, e o direcionamento do tráfego para as faixas adequadas, completa.

A medida terá impacto principalmente para os usuários que vão acessar o Anel Rodoviário provenientes da BR-381/Fernão Dias, bem como para os usuários que saem do Anel Rodoviário, tanto sentido BR-381/Fernão Dias como no sentido Av. Amazonas.

A Via 040 já implantou com sucesso  uma operação de fluidez semelhante no Anel Rodoviário. Em 2014, os usuários passaram a contar com uma nova configuração da pista na região do Bairro Olhos D’Água. Após o Viaduto da Mutuca, foi criada uma faixa livre para quem faz o retorno com destino ao Bairro Belvedere e Centro. Antes da operação, havia a necessidade de se parar o veículo e aguardar o melhor momento para acessar a rodovia. Desde então, o trajeto ganhou fluidez constante. Medida semelhante também foi adotada, com êxito, em trecho administrado pela Concessionária no entorno de Brasília”, lembra Fabiano Xavier.

Operação Fluidez B – Região do pontilhão do Betânia

Na região do Km 537, altura do Bairro Betânia, a Via 040 dará prioridade ao fluxo do motorista que está na pista principal no sentido Vitória/Brasília. Na alça que liga a pista marginal à principal, será implantada nova sinalização de redução de velocidade. Essa medida, somada à operação de fluidez no entroncamento da Avenida Amazonas, contribui para reduzir congestionamentos e o risco de colisões.

Operação Fluidez C - Entroncamento da BR-040 com o Anel Rodoviário e Avenida Delta

Neste ponto da BR-040, após o viaduto sobre o Anel Rodoviário (entroncamento com a Avenida Delta), a Via 040 vai implantar sinalização móvel, com balizadores de tráfego, para dar mais agilidade para o motorista que vem de Sete Lagoas e que pretende seguir no sentido Vitória. A sinalização instalada neste ponto vai criar uma área de aceleração mais longa, dando mais fluidez.

Operação Fluidez D - Adequação de transposições irregulares

A Concessionária fechou quatro acessos irregulares na altura do Km 534, em ambos os sentidos, na altura dos bairros Santa Maria e Vila Oeste. Esses acessos irregulares permitiam a transposição insegura dos usuários entre a pista principal do Anel Rodoviário e as marginais da via, ou vice-versa. Cabe salientar que os usuários permanecem com a possibilidade de utilizar acessos adequados neste ponto.

Restrição de tráfego de veículos pesados

Os procedimentos para a restrição de tráfego de veículos pesados no Anel Rodoviário seguem ritos legais próprios, conforme previsto na legislação de trânsito brasileira. A medida, já em andamento, está sob responsabilidade do poder público, na figura da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A Via 040 acompanha o processo e contribui na forma que lhe cabe.

Outras medidas em andamento

A Concessionária está padronizando o limite de velocidade dos veículos que acessam o Anel Rodoviário pela BR-040. Todo o trecho de 23 quilômetros entre o Km 510 (Ribeirão das Neves) e o Km 533 (Bairro Califórnia) está delimitado a 70 Km/h. 

“A padronização da velocidade nesse trecho com alto tráfego de veículos e densamente povoado irá contribuir para diminuir os riscos de colisões traseiras e aumentar a fluidez. Antes da mudança, o trecho permitia velocidades superiores, de 80 km/h a 110 km/h, com reduções repentinas nos pontos próximos a um dos 20 radares instalados na região. A iniciativa é importante pois os 23 quilômetros entre Ribeirão das Neves e Belo Horizonte concentram cerca de 25% dos acidentes de todo o trecho administrado pela Concessionária”, esclarece Fabiano Xavier, gerente de operações da Via 040

Sobre o Projeto Aliança pela Vida

O projeto “Aliança pela Vida” é o grupo de trabalho formado por representantes do poder público municipal, estadual e federal, entidades de classe representativas do setor e a Via 040, concessionária responsável pela gestão do trecho de 10 km do Anel Rodoviário, entre o bairro Califórnia e Olhos D’Água.

O grupo vem se reunindo regularmente para analisar, discutir e implementar iniciativas que irão contribuir para a melhoria de segurança da via. Dentre as iniciativas já colocadas em prática estão as abordagens de fiscalização minuciosas em veículos pesados, em parceria com a Polícia Militar Rodoviária e com a Polícia Rodoviária Federal.

Nessas abordagens, enquanto os policiais verificam a documentação e outros aspectos, especialistas da Via 040 executam um “pente-fino” na parte mecânica e elétrica dos veículos. Nas quatro edições realizadas, trabalho que iniciou em dezembro de 2017, foram fiscalizados ao todo 224 veículos e lavradas 220 autuações, além de dezenas de veículos retidos para sanar os problemas identificados.

Sobre a Via 040

A Via 040, empresa do Grupo Invepar, é a concessionária responsável pela gestão do trecho de 936,8 quilômetros da BR-040, entre Brasília (DF) e Juiz de Fora (MG). Desde que assumiu a concessão em 2014, a Via 040 já investiu aproximadamente R$ 1,78 bilhão em obras, equipamentos e serviços aos usuários. Um dos principais reflexos desses investimentos é a redução em 32% do número de acidentes com vítimas fatais entre 2014 e 2017, considerando todo trecho sob sua concessão.

Últimas Notícias