Atendimento 24 horas

0800 040 0040 Deficientes auditivos e de fala 0800 033 0040

Home > Notícias > Sustentabilidade > Mais de 9 mil árvores recebem cuidados especiais da Via 040

Mais de 9 mil árvores recebem cuidados especiais da Via 040

Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018

Ipês, jequitibás, cedros e jatobás são quatro das cerca de 40 espécies que recebem cuidados especiais da Via 040 em parques e unidades de conservação de Belo Horizonte e Itabirito. Desde 2016, quando iniciou o trabalho de plantio compensatório na BR-040, a Concessionária plantou 9.200 espécies nativas da Mata Atlântica e do Cerrado. O trabalho, que recebe monitoramento e manutenção contínuos, irá contribuir para o equilíbrio ecológico das áreas beneficiadas.

O plantio compensatório e a manutenção das espécies é uma contrapartida ambiental da Concessionária para as obras já realizadas na BR-040. Além do plantio, a atividade de cultivo inclui a roçada e capina, para reduzir a competição das mudas com o mato, adubação e controle das formigas cortadeiras, além do replantio de exemplares que por ventura venham morrer durante o ano.

Segundo Rafael Botelho Leite, engenheiro florestal da Via 040, a ação é fundamental para promoção da reabilitação de áreas degradadas. “A reabilitação florestal de áreas bastante alteradas pela ação humana auxilia na formação de locais com vegetação natural, que futuramente servirão de abrigo e fonte de alimento para a fauna nativa, levando ao equilíbrio ecológico tão almejado pela sociedade”, esclarece.

A Estação Ecológica de Aredes, Unidade de Conservação localizada às margens da BR-040, no município de Itabirito, é uma das áreas contempladas com o plantio de mudas nativas. Foram plantados 1.700 exemplares de espécies como Candeia, Quaresmeira e Pau-de-olho. Aredes está localizada a cerca de 40 quilômetros de Belo Horizonte e apresenta uma vegetação peculiar: a transição entre o Cerrado e a Mata Atlântica. A preservação dessa área ajuda a filtrar os impactos negativos das atividades que ocorrem fora dela, como ruídos, poluição, invasão de outras espécies, entre outros.

Registro fotográfico da Estação de Aredes, antes do plantio compensatório.

Registro fotográfico da Estação de Aredes, após o plantio compensatório.

Para Luís Fernando dos Santos Clímaco, analista ambiental do Instituto Estadual de Florestas (IEF), órgão responsável pela gestão da unidade de conservação, o trabalho é muito importante. “No passado, o local da Estação Ecológica era uma fazenda centenária, com algumas áreas de capim exótico, como a braquiária, uma espécie invasora desse ecossistema. O plantio de espécies nativas será primordial para reestabelecer a flora original e irá, também, contribuir para mitigar riscos de incêndios florestais que podem ser potencializados pela presença do capim seco”, ressalta.

Além da Estação Ecológica, outros dois pontos recebem o mesmo processo de monitoramento e manutenção: o Parque Jacques Cousteau, no bairro Betânia, em Belo Horizonte, com 5 mil mudas; e na área de amortecimento do Monumento Natural da Serra da Moeda, com 2.500 mudas. O trabalho terá continuidade até que as árvores atinjam porte suficiente para sobreviver às adversidades da natureza.

Conheça informações sobre as espécies plantadas

Espécie Nome Popular
Anadenanthera sp angico
Astronium fraxinifolium gonçalo-alves
Bauhinia sp pata-de-vaca
Caesalpinia ferrea pau-ferro
Cariniana sp jequitibá
Cecropia sp embaúba
Cedrela sp cedro
Ceiba speciosa paineira
Copaifera langsdorffii copaíba
Dalbergia miscolobium caviúna-do-cerrado
Enterolobium contortisiliquum tamboril
Eremanthus erythropappus candeia
Erythrina sp eritrina
Garcinia gardneriana bacupari
Handroanthus spp ipê
Hymenaea stigonocarpa jatobá
Inga spp ingá
Jacaranda sp jacarandá
Joannesia princeps cotieira
Lecythis pisonis sapucaia
Lithraea molleoides aroeirinha
Luehea divaricata açoita-cavalo
Magonia pubescens tingui
Myracrodruon urundeuva aroeira-do-sertão
Myrcia sp guamirim
Peltophorum dubium canafístula
Piptadenia gonoacantha jacaré
Plathymenia sp vinhático
Psidium sp araçá
Schinus terebinthifolia aroeira-mansa
Tapirira sp tamanqueira
Terminalia argentea capitão
Terminalia sp capitão
Tibouchina granulosa quaresmeira
Tibouchina mutabilis manacá
Triplaris americana -
Vernonia polysphaera assapeixe
Vitex sp -

 

Sobre a Via 040

A Via 040, empresa do Grupo Invepar, é a concessionária responsável pela gestão do trecho de 936,8 quilômetros da BR-040, entre Brasília (DF) e Juiz de Fora (MG). Desde que assumiu a concessão em 2014, a Via 040 já investiu aproximadamente R$ 1,78 bilhão em obras, equipamentos e serviços aos usuários. Um dos principais reflexos desses investimentos é a redução em 32% do número de acidentes com vítimas fatais entre 2014 e 2017, considerando todo trecho sob sua concessão.

Serviço

Todos os serviços da Via 040 podem ser acionados pelo serviço gratuito de atendimento telefônico, via o número 0800-040-0040. Também está disponível o atendimento telefônico gratuito direcionado a pessoas com deficiência auditiva e da fala pelo número 0800-033-0040. Outros canais de atendimento oferecidos são os e-mails faleconosco@via040.invepar.com.br e ouvidoria@via040.invepar.com.br, chat disponível no site www.via040.invepar.com.br e livros de registros presentes em todos os 21 postos de atendimento.

Acompanhe também boletins de tráfego 24h pela rede social Twitter e pelas listas de distribuição do Whatsapp. Pelo Twitter no endereço www.twitter.com/via_040. No Whatsapp, solicite cadastro no trecho do seu interesse. Confira os telefones em www.via040.invepar.com.br/pages/whatsapp-via-040

Últimas Notícias